fbpx
SOBRE OS ÓLEOS ESSENCIAIS

Fontes responsáveis

Igualmente importante ao processo de extração cuidadosamente controlado é a seleção meticulosa das espécies vegetais corretas e a colheita das plantas no momento perfeito, quando os seus compostos de óleos essenciais estão na concentração máxima.

Este processo complexo tem tanto de arte como de ciência e obriga a que agricultores e destiladores experientes trabalhem em conjunto para assegurar um produto superior.

Produtores

A dōTERRA faz parceria de modo responsável com artesãos de mais de 45 países que defendem as melhores sementes, o melhor solo e os melhores ambientes de cultivo. Nessas parcerias exclusivas, sabemos que os detalhes importam, desde o início.

Com uma rede botânica global que inclui produtores de mais de 45 países, a dōTERRA começa a procura de óleos essenciais de qualidade ao assegurar que apenas as melhores sementes, a melhor terra, o melhor equipamento e as melhores condições de crescimento são utilizados no processo de produção de óleos. Ao estabelecer parcerias com produtores que possuem um conhecimento profundo das plantas locais, do clima local, dos padrões do tempo, das sementes e terra a usar, da melhor altura para semear, etc., a dōTERRA produz óleos essenciais puros, potentes e seguros. Cortar caminho a qualquer passo do crescimento, da colheita ou da destilação, resultará em óleos essenciais de qualidade inferior, razão pela qual a dōTERRA depende do conhecimento e experiência dos cultivadores nativos. A seleção cuidadosa dos fornecedores das plantas não permite apenas que a dōTERRA produza óleos essenciais puros e preciosos, mas ainda cria empregos para agricultores rurais que poderiam, caso contrário, ter de se sujeitar a preços injustos ou fracas condições de trabalho. Quando os produtores estabelecem parcerias com a dōTERRA, recebem um pagamento justo que lhes permite sustentar o seu negócio e as suas famílias de forma adequada.

Embora a tentação para uma empresa do porte da dōTERRA seja comprar grandes extensões de terra e produzir os óleos em grande escala, a dōTERRA dá muito valor ao conhecimento especializado dos produtores locais, muitos dos quais têm nutrido as plantas produtoras de óleos essenciais durante gerações. A dōTERRA recruta seus especialistas em uma Rede Botânica Mundial e, ao fazê-lo, sustenta de modo responsável milhares de empregos no mundo inteiro.

As numerosas parcerias de fornecimento da dōTERRA permitem que a empresa produza óleos e mixes de óleos exclusivos e proprietários que preservam a pureza e o poder de ação de cada planta. Noventa e seis por cento dos óleos individuais e mixes de óleos dōTERRA são exclusivos, assegurando que os utilizadores de óleos essenciais recebam um produto que é verdadeiramente único e sem rival.

Destiladores

A dōTERRA faz parceria com destiladores especializados que aplicam pressão e temperatura personalizadas na extração de cada óleo essencial, assegurando o perfil químico mais benéfico e com o maior poder de ação.

Uma vez que a planta aromática tenha sido devidamente colhida, ela é transportada para uma destilaria onde o óleo é retirado. A extração de um óleo essencial é um processo extremamente delicado. Caso isso seja feito de maneira inadequada, a destilação pode alterar drasticamente ou destruir os compostos aromáticos da planta. Se a destilação for realizada com cuidados personalizados, o óleo essencial resultante retém um forte perfil químico que proporcionará vários benefícios aos seus usuários.

Métodos de extracção

A dōTERRA usa dois tipos de processos de extracção que têm dados provas na produção de óleos essenciais puros e de qualidade.

Destilação a vapor

No processo de destilação a vapor, o vapor da água fervente passa pelo material vegetal e depois arrasta os compostos aromáticos voláteis da planta até um tubo de coleta.

No tubo, o vapor é resfriado e condensado, transformando-se em água. O óleo essencial solúvel em lipídios é então separado da água e o óleo é coletado. O tempo, a temperatura e a pressão são cuidadosamente monitorados nesse processo e ajustados às necessidades de cada espécie de planta para que os óleos retenham seus componentes químicos benéficos.

Expressão

No processo de destilação a vapor, o vapor da água fervente passa pelo material vegetal e depois arrasta os compostos aromáticos voláteis da planta até um tubo de coleta.

No tubo, o vapor é resfriado e condensado, transformando-se em água. O óleo essencial solúvel em lipídios é então separado da água e o óleo é coletado. O tempo, a temperatura e a pressão são cuidadosamente monitorados nesse processo e ajustados às necessidades de cada espécie de planta para que os óleos retenham seus componentes químicos benéficos.

Vídeo

dōTERRA Co-Impact Sourcing

sobre_banner